O Processo de Bolonha veio promover ações conjuntas no âmbito do ensino superior dos países pertencentes à União Europeia, implicando a uniformização dos estudos europeus e elevando a sua competitividade internacional. Por conseguinte, este processo veio a permitir uma maior empregabilidade e destaque dos alunos que possuem no seu currículo uma experiência acadêmica europeia.
É importante lembrar que, os estudantes estrangeiros não têm autorização do governo para trabalhar fora do Campus da universidade. Apenas depois de um ano acadêmico, o aluno poderá trabalhar até 20h dentro do Campus. Entretanto, a remuneração referente a esse tipo de trabalho não é considerada suficiente para custear os estudos (saiba mais sobre possibilidade de trabalho nos Estados Unidos clicando aqui).
The applicant enters necessary details on https://indianvisaonline.gov.in/, and clicks on 'Pay Now'. The applicant is redirected to SBIePay payment page and is presented with payment options of either entering Card details (Payment Gateway) or Paypal.Applicant enters his card details and clicks ‘Proceed’. Now, either of the below mentioned 2 scenarios will occur:
O visto J-1, é popularmente conhecido nos programas de au pair ou work experience. Embora o intuito principal deste visto seja o trabalho, os portadores do visto J também podem estudar.O Visto J também é utilizado para programas de “trainee”, onde estudante graduados e com experiência na sua área de formação podem participam de um programa de treinamento passando por diversos setores dentro de uma empresa americana. Este visto não é vinculado com o formulário I-20, mas sim com o DS-2019.
Note que por lei, as universidades e colleges precisam apresentar todos os valores publicamente, então no site de onde você pretende estudar, precisa estar claro os custo do ano acadêmico. Na foto abaixo, você pode verificar o exemplo que peguei no site da Universidade da Califórnia, que inclui quanto seria o montante se você morar no campus, em um apartamento fora da universidade e até mesmo, caso pretenda morar com um parente.
Já no caso de o estudante ir para os EUA cursar inglês para depois entrar em um "College" ou "University", a Embaixada ou Consulado Americano no Brasil podem exigir uma espécie de carta de admissão (conditional acceptance) da instituição que o estudante pretende cursar após concluir o curso de inglês. Nesta carta de admissão condicional, a própria instituição se compromete a aceitar o estudante em uma data posterior, caso o aluno complete seu curso de inglês de forma satisfatória. Nesse caso, o aluno também precisará de um formulário I-20 encaminhado pela escola de inglês para obter seu visto.

Se alguém que não é da família for o responsável financeiro, o que é considerado muito estranho para a imigração, o ideal é que a pessoa escreva uma declaração explicando porque está disposta, é capaz, e quais as motivações para contribuir com a sua educação nos E.U.A.  A declaração deve mencionar que a pessoa entende que ela não é apenas um meio, mas se outras fontes falharem, ela será imediatamente responsável por pagar a totalidade da mensalidade, taxas e despesas.


Já em Portugal, o tempo até a obtenção da Autorização de Residência vai depender muito do SEF onde o interessado pretenda ingressar com o seu pedido. Ou seja, se fizer o seu processo pelo SEF de cidades mais populosas, como Lisboa e Porto, o processo poderá levar mais de 120 dias. Entretanto, em cidades menores e periféricas isto pode levar menos de 30 dias.
Brasileiros que necessitem de informações sobre vistos para ingressar em outros países: acesse a Tabela de vistos para cidadãos brasileiros. Cabe ressaltar, que a tabela é meramente indicativa, uma vez que dados sobre vistos e entrada em outros países são matéria de decisão soberana dos Estados e podem mudar a qualquer momento, sem nenhum tipo de aviso prévio. Portanto, para uma informação definitiva sobre eventual necessidade de visto para entrada em territórios estrangeiros, recomenda-se contato direto com a Representação diplomática do país em questão. Dados de contato das Embaixadas e Consulados de outros países no Brasil estão disponíveis no Portal do Ministério das Relações Exteriores.
No que toca à fase no Consulado ou Embaixada de Portugal, no caso de o processo estar bem instruído, a tramitação junto do Consulado leva em média entre 30 à 60 dias para estar concluído, com a respectiva decisão sobre o pedido formulado. Lembrando que processos mal formados e com documentação insuficiente podem levar muito mais tempo ou mesmo serem indeferidos. Por isso: atenção quanto à documentação e formulários!
×