SEVIS é a abreviação da sigla que significa Student and Exchange Visitor Information System. Trata-se de sistema utilizado por escolas, colleges e universidades e pela imigração para analizar e monitorar, as informações dos estudantes durante o período em que estiverem morando nos Estados Unidos. As escolas precisam ser conveniadas a este sistema para fornecer para o governo informações sobre seus alunos. Então quando você faltar, tiver tirando péssimas notas ou “sumir do mapa” a escola reporta tudo para a SEVIS e você pode ter seu I-20 cancelado e ser convidado a se retirar do país. O número SEVIS é tipo um tracking number seu enquanto for estudante. Mas e o que o I-20 tem haver com isto?
O visto de estudante deve ser solicitado por pessoas que desejam estudar nos Estados Unidos por um período superior a 18 horas semanais. Este visto deve ser feito no Brasil mediante entrevista consulado americano após a matrícula na escola, e o visto será emitido, em regra, pelo período de duração do curso podendo chegar até 4 anos. Saiba mais sobre os tipos de visto de estudante.
Se alguém que não é da família for o responsável financeiro, o que é considerado muito estranho para a imigração, o ideal é que a pessoa escreva uma declaração explicando porque está disposta, é capaz, e quais as motivações para contribuir com a sua educação nos E.U.A.  A declaração deve mencionar que a pessoa entende que ela não é apenas um meio, mas se outras fontes falharem, ela será imediatamente responsável por pagar a totalidade da mensalidade, taxas e despesas.
No entanto, no final do ano de 2017, a legislação portuguesa foi alterada e veio a permitir que cidadãos estrangeiros que não sejam detentores de visto de residência para estudo possam solicitar a autorização de residência para estudo diretamente em Portugal. Ou seja, dispensando a prévia obtenção do visto como condição necessária à obtenção da autorização de residência.
Study in the USA tem compartilhado oportunidades educacionais com estudantes internacionais por mais de 40 anos. Nós só trabalhamos com escolas credenciadas da mais alta qualidade e com parceiros de reputação impecável. StudyUSA+ ajuda os estudantes a se beneficiarem dessas oportunidades desde a descoberta até a matrícula, tudo isso em uma plataforma segura.
E se eu vendi meus bens para viajar? Se você recebeu a grana recentemente, anexe algo por escrito ou tenha a declaração mostrando a fonte do novo dinheiro. O objetivo é superar qualquer suspeita de que o dinheiro foi emprestado de um amigo para fazer a situação financeira ficar melhor do que é na realidade temporariamente. Mas não tem problema você pode ter vendido o carro pra pagar as despesas da viagem, por exemplo;
Um estudante que pretenda frequentar uma universidade ou outra instituição acadêmica nos Estados Unidos deve requerer um visto de estudante (F-1). Aqueles que desejam  cursar  uma instituição profissional ou não-acadêmica precisam solicitar o visto não-acadêmico (M-1). As pessoas que possuirem visto de turismo (B-2) ou as pessoas que viajarem aos Estados Unidos utilizando o Visa Waiver Program (Programa de Isenção de Visto) não podem estudar em cursos de período integral. O visto de turista só pode ser usado para frequentar cursos de curta duração que não ofereçam crédito acadêmico ou profissional, como um curso de inglês de curta duração, por exemplo, Por favor, observe que o número de horas de aula não é um fator para determinar o tipo correto de visto. Para mais informações sobre visto de estudante, por favor clique aqui. Você pode também, entrar em contato com um dos escritórios do EducationUSA mais próximo de você para obter informações sobre como estudar em faculdades e universidades nos Estados Unidos.
Qualquer pessoa que pretenda ir aos Estados Unidos para exercer uma função pré-combinada, treinamento ou pesquisa no âmbito de um programa aprovado oficialmente e patrocinado por uma instituição de ensino ou outra instituição sem fins lucrativos, precisa de um visto de intercambista (J-1). Solicitantes deste visto incluem estudantes de pós-graduação, estrangeiros graduados em medicina buscando pós-graduação e especialização em medicina, acadêmicos estrangeiros patrocinados por universidades como docentes temporários e alguns profissionais estagiários. Além disso, há vários programas de intercâmbio para jovens, como programas de emprego de verão, programas de estágio para universitários e programas au pair (veja a seção Au Pair abaixo).
Se alguém que não é da família for o responsável financeiro, o que é considerado muito estranho para a imigração, o ideal é que a pessoa escreva uma declaração explicando porque está disposta, é capaz, e quais as motivações para contribuir com a sua educação nos E.U.A.  A declaração deve mencionar que a pessoa entende que ela não é apenas um meio, mas se outras fontes falharem, ela será imediatamente responsável por pagar a totalidade da mensalidade, taxas e despesas.
e-Visa has 5 sub-categories viz. e-Tourist Visa(for 30 days/01 year/ 05 years) ,e-Business Visa, e-Medical Visa, e-Medical Attendant Visa and e-Conference Visa. A foreigner (other than those applying for e-Conference Visa) will be allowed to club activities permitted under these categories. Foreigners applying for e-Conference visa will be permitted to club the activities permitted under e-Tourist visa only (validity co-terminus with e-Conference Visa only i.e. 30 days). Only two e-Medical Attendant Visas will be granted against one e- Medical Visa.
In rare case of transaction status unknown to the applicant, which is when the applicant has not received success response due to time out or connectivity issue and the account has been debited, we advise the customer not to attempt another transaction immediately and rather provide their Order no. on the e-Visa site after 30 minutes to check the status of the transaction. If the transaction status is showing ‘failed’, then customer may attempt another transaction. Also, the debited amount shall be refunded to the applicants’ card account after reconciliation process within seven (7) days of transaction.
Estudantes de escolas técnicas: Os estudantes matriculados em escolas técnicas recebem o visto M. Porém é importante lembrar que, caso o estudante entre no país com um visto M e depois decida se transferir para um "College", "University" ou curso intensivo de inglês, sob hipótese alguma será possível mudar o visto de M para F. Entretanto, caso a opção do estudante for a inversa, ou seja, entrar nos Estados Unidos com um visto F e mudar para o M, o procedimento é possível desde que o ele solicite sua transferência para uma escola técnica.
Os interessados também podem apresentar evidências de seus fortes vínculos com o Brasil (exemplos: carteira de trabalho, declaração de bens do imposto de renda de pessoa física, contracheques, certidões de casamento e nascimento, contrato social, extratos bancários, declarações escolares etc...) e comprovantes de que têm a intenção de deixar os Estados Unidos depois de sua visita temporária.
É importante lembrar que, os estudantes estrangeiros não têm autorização do governo para trabalhar fora do Campus da universidade. Apenas depois de um ano acadêmico, o aluno poderá trabalhar até 20h dentro do Campus. Entretanto, a remuneração referente a esse tipo de trabalho não é considerada suficiente para custear os estudos (saiba mais sobre possibilidade de trabalho nos Estados Unidos clicando aqui).
A política de concessão de vistos para entrada em território norte-americano é muito rigorosa. Além disso, dependendo das políticas de relacionamento internacional adotadas pelo governo, essas regras podem mudar, adotando critérios mais ou menos rigorosos. Mesmo os estudantes que pretendem freqüentar instituições norte-americanas devem providenciar uma série de documentos que permitam sua entrada legal no país.
Um estudante que pretenda frequentar uma universidade ou outra instituição acadêmica nos Estados Unidos deve requerer um visto de estudante (F-1). Aqueles que desejam  cursar  uma instituição profissional ou não-acadêmica precisam solicitar o visto não-acadêmico (M-1). As pessoas que possuirem visto de turismo (B-2) ou as pessoas que viajarem aos Estados Unidos utilizando o Visa Waiver Program (Programa de Isenção de Visto) não podem estudar em cursos de período integral. O visto de turista só pode ser usado para frequentar cursos de curta duração que não ofereçam crédito acadêmico ou profissional, como um curso de inglês de curta duração, por exemplo, Por favor, observe que o número de horas de aula não é um fator para determinar o tipo correto de visto. Para mais informações sobre visto de estudante, por favor clique aqui. Você pode também, entrar em contato com um dos escritórios do EducationUSA mais próximo de você para obter informações sobre como estudar em faculdades e universidades nos Estados Unidos.
Os vistos de não-imigrantes são destinados a cidadãos de outros países que estejam indo temporariamente para os EUA. O visto permite que você viaje a uma porta de entrada nos EUA (aeroporto, por exemplo) e solicite permissão de um funcionário do Serviço de Alfândega e Proteção de Fronteiras do Departamento de Segurança Interna (DHS) para entrar nos Estados Unidos. Um visto não garante a entrada nos Estados Unidos.
In some rare scenarios it may happen where the application is not shown Payment successful page post completion of transaction, which may be due to a drop in connectivity leading to non-receipt of success response. If the applicant does not receive any success message even after card account has been charged, a refund shall be initiated after due reconciliation process to the applicants’ card account.
×