Você poderá desejar visitar ou entrar em contato com um dos escritórios de assessoria educacional do EducationUSA (órgão afiliado ao Departamento de Estado dos EUA) em seu país. Eles estão espalhados pelo mundo todo e uma lista deles se encontra aqui: https://educationusa.state.gov/find-advising-center. Os funcionários desses centros estão capacitados para oferecer orientação e explicar onde fazer o pagamento das taxas do visto e como agendar a sua entrevista.
No que toca à fase no Consulado ou Embaixada de Portugal, no caso de o processo estar bem instruído, a tramitação junto do Consulado leva em média entre 30 à 60 dias para estar concluído, com a respectiva decisão sobre o pedido formulado. Lembrando que processos mal formados e com documentação insuficiente podem levar muito mais tempo ou mesmo serem indeferidos. Por isso: atenção quanto à documentação e formulários!
Para tirar o visto de estudante os valores precisam ser maiores, já que além de estudar, você precisa comprovar que tem condições de se manter durante o período que estiver nos Estados Unidos. Para fazer um cálculo básico e ter uma noção, pegue o valor da mensalidade, adicione o valor da moradia e do custo de vida mínimo, como transporte e alimentação. Quanto você tiver o valor mensal, multiplique pela quantidade de meses que pretende estudar.
Nacionais dos Estados signatários do Acordo de Residência do Mercosul (Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru e Uruguai) podem estabelecer residência temporária no Brasil, por meio de solicitação do Visto de Residência Temporária do Mercosul (VITEM XIII) ou, sem necessidade de visto, diretamente junto ao Ministério da Justiça, de acordo com os artigos pertinentes daquele acordo (internalizado pelo Decreto Presidencial 6.975/2009). Após 2 anos, a residência temporária poderá, cumpridos os requisitos previstos no referido decreto, ser transformada em residência por prazo indeterminado, procedimento que deverá ser realizado junto à Polícia Federal.
Todo cidadão estrangeiro que solicite vistos à Rede Consular brasileira poderá fazer elogios, críticas ou sugestões sobre os serviços prestados via Ouvidoria Consular. Seu feedback é muito importante para a constante avaliação dos nossos serviços, então não deixe de fazer seu comentário! Críticas de cidadãos que tiverem seus vistos negados serão recebidas e processadas apenas se tiverem o devido embasamento (em casos de mau atendimento, por exemplo). No entanto, críticas à Ouvidoria não poderão reverter a situação de seu visto.  
c) Visto de Cortesia: concedido a personalidades  e  autoridades estrangeiras em viagem não oficial ao Brasil; companheiros (as), independentemente de sexo, dependentes e outros familiares que  não  se  beneficiem  de  Visto Diplomático ou Oficial  por  reunião  familiar; trabalhadores domésticos de Missão estrangeira sediada no Brasil ou do Ministério das Relações Exteriores; artistas e desportistas estrangeiros que viajem ao Brasil para evento de caráter gratuito e eminentemente cultural.
A categoria de visto de visitante de intercâmbio (J) é dada a pessoas aprovadas a participar em programas de visitantes de intercâmbio nos EUA, de acordo com a lei de imigração dos EUA. Isso quer dizer que antes que você possa solicitar um visto J junto à Embaixada ou Consulados, você precisa se candidatar, preencher os requisitos e ser aceito por um uma das categorias de Programas de Visitantes de Intercâmbio através de uma organização patrocinadora designada. Se você for aceito como participante no programa, o patrocinador vai lhe fornecer as informações e documentação necessárias para a solicitação de um visto J para entrar nos EUA.
A categoria de visto de visitante de intercâmbio (J) é dada a pessoas aprovadas a participar em programas de visitantes de intercâmbio nos EUA, de acordo com a lei de imigração dos EUA. Isso quer dizer que antes que você possa solicitar um visto J junto à Embaixada ou Consulados, você precisa se candidatar, preencher os requisitos e ser aceito por um uma das categorias de Programas de Visitantes de Intercâmbio através de uma organização patrocinadora designada. Se você for aceito como participante no programa, o patrocinador vai lhe fornecer as informações e documentação necessárias para a solicitação de um visto J para entrar nos EUA. 

Se alguém que não é da família for o responsável financeiro, o que é considerado muito estranho para a imigração, o ideal é que a pessoa escreva uma declaração explicando porque está disposta, é capaz, e quais as motivações para contribuir com a sua educação nos E.U.A.  A declaração deve mencionar que a pessoa entende que ela não é apenas um meio, mas se outras fontes falharem, ela será imediatamente responsável por pagar a totalidade da mensalidade, taxas e despesas.
E se eu vendi meus bens para viajar? Se você recebeu a grana recentemente, anexe algo por escrito ou tenha a declaração mostrando a fonte do novo dinheiro. O objetivo é superar qualquer suspeita de que o dinheiro foi emprestado de um amigo para fazer a situação financeira ficar melhor do que é na realidade temporariamente. Mas não tem problema você pode ter vendido o carro pra pagar as despesas da viagem, por exemplo;
Já no caso de o estudante ir para os EUA cursar inglês para depois entrar em um "College" ou "University", a Embaixada ou Consulado Americano no Brasil podem exigir uma espécie de carta de admissão (conditional acceptance) da instituição que o estudante pretende cursar após concluir o curso de inglês. Nesta carta de admissão condicional, a própria instituição se compromete a aceitar o estudante em uma data posterior, caso o aluno complete seu curso de inglês de forma satisfatória. Nesse caso, o aluno também precisará de um formulário I-20 encaminhado pela escola de inglês para obter seu visto.
Study in the USA tem compartilhado oportunidades educacionais com estudantes internacionais por mais de 40 anos. Nós só trabalhamos com escolas credenciadas da mais alta qualidade e com parceiros de reputação impecável. StudyUSA+ ajuda os estudantes a se beneficiarem dessas oportunidades desde a descoberta até a matrícula, tudo isso em uma plataforma segura. 

No que toca à fase no Consulado ou Embaixada de Portugal, no caso de o processo estar bem instruído, a tramitação junto do Consulado leva em média entre 30 à 60 dias para estar concluído, com a respectiva decisão sobre o pedido formulado. Lembrando que processos mal formados e com documentação insuficiente podem levar muito mais tempo ou mesmo serem indeferidos. Por isso: atenção quanto à documentação e formulários!

×